Av. Salgado Filho, 987 - Amambaí - Campo Grande / MS

(67) 3306-9991 / 99286-8218 / 99996-2570 / 99637-2629 / 99218-0000 / 99331-9248

ampliar

Ostentando o título de picape média mais potente do mercado nacional, Volkswagen lança no Brasil a Amarok 2021 com o motor de 258 cavalos. Com esse motor 3.0 V6 TDI (turbodiesel) ela tem aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 7,4 segundos e velocidade máxima de 190 km/h (limitada eletronicamente). Com estes números a Amarok também é a média mais cara do mercado atualmente (já que ainda vem por aí a nova Toyota Hilux 2021). Fabricada na planta de General Pacheco, na Argentina, ela tem preços que podem chegar nos R$ 259.440, na versão Extreme equipada com capota marítima e pacote Black Style. E isso sem ainda não vir equipada com o painel Active Info Display e chave de presença. As primeiras unidades da picape desembarcam nas concessionárias da marca nas próximas semanas.

Para extrais mais potência do mesmo motor 3.0 turbodiesel, a Volkswagen realizou um trabalho com uma nova calibração da ECU (central eletrônica), que deixou o propulsor dos 225 cv (165 kW) para 258 cv (190 kW), um ganho significativo de 33 cv (25 kW), ou 15%, entregues entre 3.250 rpm e 4.000 rpm. Juntamente com este ganho de potência, o torque foi elevado significativamente, passando de 56,1 kgfm (550 Nm) para 59,1 kfgm (580 Nm), o que representa um incremento de 5%. Esta força está totalmente à disposição do motorista entre 1.400 rpm e 3.000 rpm.

Outra importante novidade em termos de performance é a função 'Overboost', que permite, durante 10 segundos, que o motorista tenha um incremento de 14 cv (10 kW), elevando a potência total da Amarok para 272 cv. Esta função está disponível quando a picape roda entre 50 km/h e 120 km/h. Este recurso é ideal para uma ultrapassagem em subida com a caçamba lotada, por exemplo. Depois de utilizada, a função 'Overboost' volta a estar disponível após apenas 5 segundos de intervalo.

Atrelado a este motor 3.0 V6 Turbodiesel continua a transmissão automática de oito marchas, que também passou por uma recalibração, para adequação aos novos padrões de potência e torque. A transmissão entrega trocas suaves, como já foi possível constatar no modelos vendidos até 2020. Este câmbio permite ainda trocas manuais pela alavanca ou pela aletas (Shift Paddles) atrás do volante.

Assim como a transmissão automática, a tração integral 4MOTION foi mantida. Outros recursos eletrônicos de série na picape Volkswagen são o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), HDC (Hill Descent Control ou Controle Automático de Descida), HSA (Hill Start Assist ou Assistente para Partida em Subida), BAS (Sistema de Assistência à Frenagem), ASR (Controle de Tração), EDS (Bloqueio Eletrônico do Diferencial), freios ABS off-road, RBS (sistema de frenagem na chuva), freios com discos ventilados nas rodas traseiras, airbags frontais e laterais para motorista e passageiro, e Post Collision Brake (sistema que para o veículo após uma batida frontal).

Conforto a bordo

Na configuração topo de linha Extreme, a Amarok oferece ar-condicionado digital Climatronic de duas zonas, bancos dianteiros (motorista e passageiros) com ajustes elétricos, câmera de ré, chave e chave reserva tipo canivete com comando remoto (ela ainda não utiliza chave de presença, muito menos partida por botão Start/Stop), função Coming & Leaving Home, Piloto Automático (controle automático de velocidade), display multifuncional com computador de bordo 'Premium Color' (também foi deixado de lado o Active Indo Display, característico de modelos como Polo, Virtus, Jetta e Tigua), faróis bixênon com luz de condução diurna (DRL) em LED e regulagem de altura, faróis de neblina com luz de conversão estática, indicação de pressão dos pneus, retrovisor interno eletrocrômico, retrovisores externos elétricos, aquecíveis e rebatíveis eletricamente, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, travas e vidros (nas quatro portas) elétricos, sistema de alarme com comando remoto 'keyless', volante com regulagens de altura e profundidade, e bancos, volante multifuncional, alavancas de câmbio e estacionamento revestidos parcialmente em couro.

Em termos de conectividade, as configurações Highline e Extreme trazem de série a central de infotainment Discover Media com App-Connect, CD-player/MP3, conexão Bluetooth, entradas USB, SD-card (2) e aux-in , sistema de navegação nativo e tecnologia de espelhamento de smartphone via Apple CarPlay e Android Autro. Nada da Vw Play, que equipa até o Nivus, recém-lançado também.

Foco em poucas versões

A picape será ofertada em três versões de acabamento - Comfortline, Highline e Extreme - e duas de motores - o antigo 2.0 TDI (turbodiesel) de 180 cv e 3.0 V6 TDI (turbodiesel) de 258 cv. Todas cabine dupla.

Sem grandes novidades no visual

A Amarok 2021 não tem nenhuma grande novidade estética com relação ao modelo 2020. O que a Volkswagen destaca é um novo pacote estético, na pegada dos "chrome delet", como a Chevrolet S10 Midnight. O pacote Black Style para a versão topo de linha Extreme na cor Mystic Black faz a picape beirar os R$ 260 mil, com a capota marítima. 

Esse pacote traz:
• Rodas de liga leve de 20 polegadas 'Talca' com acabamento em preto brilhante
• Para-choque traseiro em preto fosco
• Grade dianteira com frisos em Black Glossy e cromado
• Espelhos retrovisores externos em preto Ninja
• Estribos tubulares em aço em preto fosco
• Spoiler dianteiro em preto brilhante
• Frisos dos faróis de neblina em preto brilhante
• Detalhes de acabamento interno em preto brilhante

Dimensões

A picape tem 5.254 milímetros de comprimento, 3.097 milímetros de distância entre os eixos, 1.834 milímetros de altura e 1.944 milímetros de largura. Um dos destaques dela é a autonomia. Isso devido ao tanque de combustível de 80 litros.

Já a caçamba tem uma capacidade volumétrica de 1.280 litros. Suas dimensões são 1.555 milímetros de comprimento, 580 milímetros de altura, 1.620 milímetros de largura e 1.222 milímetros entre as caixas de roda. A carga útil máxima, por sua vez, é de 1.156 quilos. Nada de novo e números comuns para picapes médias.

Infelizmente, devido a pandemia, não foi possível conhecer a novidade pessoalmente em um evento de lançamento. Mas, abaixo, vocês conferem um teste que fizemos com o modelo anterior. Nesse teste foi possível ver a força da picape num autódromo, em um pega com a Chevrolet S10 e seus 200cv.

 

 

Mais fotos

Clique na foto para ampliar